quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Escritório on-line

Já falei sobre um editor de imagens on-line, agora é a vez de uma suíte de escritório na Web 2.0. Trata-se do Google Docs, que apesar de ter concorrentes à altura tem pelo menos uma vantagem insuperável: é integrado ao Gmail!

Pronto, só isto basta para torná-lo fantástico, afinal quem usa o Gmail basta abrir os arquivos recebidos tanto de texto, planilhas ou apresentações nele para evitar vírus, já que o arquivo não é baixado para o micro. Se for um arquivo apenas te informando que você foi infectado, a brincadeira acaba aí mesmo! Quem vai lidar com o vírus é o Google e não você! E sei que eles têm competência para fazer isto!

Mas o grande apelo deste tipo de serviço é ter estes documentos disponíveis sempre que estiver com acesso à Internet, o que pode significar R$ 1,00 por hora na lan house mais próxima da tua casa, de onde você estiver em férias, numa emergência qualquer ou onde existir sinal wi-fi e você tiver o equipamento compatível.

Outra grande vantagem sobre o documento (texto, planilha ou apresentação, vale lembrar, já que o conceito ainda não é tão popular assim) no micro é a possibilidade de oferecer à varias pessoas condições de ver ou editar um documento qualquer sem ter que enviá-lo por email a todos a cada alteração.

Uma verdadeira maravilha que estes editores não comentam: o formato do arquivo é IRRELEVANTE! Por exemplo no Google Docs os documentos podem ser:

* Texto que pode ser um arquivo HTML, texto simples (.txt), Microsoft Word (.doc), Rich Text (.rtf), Texto OpenDocument (.odt) e StarOffice (.sxw);

* Planilhas podem ser arquivos de valor separado por vírgulas (.csv), arquivos do Microsoft Excel (.xls) e planilha em OpenDocument (.ods);

* Apresentações podem ser arquivos Microsoft PowerPoint (.ppt, .pps), não tendo suporte por enquanto para arquivos .odp, mas que o OpenOffice pode facilmente gravar nos formatos da Microsoft;

* Arquivos PDF (.pdf), claro que somente os editáveis;

* E surpresa (pelo menos para mim) arquivos de formulário, para fazer pesquisas, obter dados ou até uma prova (de escola e afins) on-line. Basta clicar em Novo e a opção aparece, podendo ser publicada na web.

Todos estes tipos de arquivos tem um limite de tamanho bem generoso, mais que isto o próprio micro ou um pen-drive dá conta!

Agora a reclamação com ou sugestão para o Google: Não tem como importar diretamente um documento para o Blogger! Afinal se for texto, nos dois lados é HTML e facilitaria em muito a vida de muitos, inclusive deste que vos fala. Agora existe como fazer isto, colocarei um link aqui informando como!

Como uso a barra de ferramentas do Google tenho uma integração muito boa do serviço no meu Firefox. A integração deve ser fantástica no Chrome, o novo browser do Google, mas como meu micro não roda Windows, não posso experimentar a única versão disponível deste navegador por enquanto, descobrirei como estes dois produtos do Google se integram assim que surgir uma versão Linux do Chrome.

Estou fazendo esta postagem por saber que o brasileiro em geral se prende muito a poucos serviços e acaba não aproveitando o que a Internet tem a oferecer. Muita gente já ficou em apuros por não poder entregar um trabalho de escola ou faculdade por não ter onde editá-lo sem saber que existia esta saída bem fácil. Acho que dei minha contribuição!

Me esqueci, mas agora vai (atualização): outra grande característica é a pesquisa por títulos, achar um de 176 arquivos é difícil, mas lembrando parte do título o problema deixa de existir!

2 comentários:

Marcelo disse...

o editor de documentos demora demais; em casa uso o OpenOffice, que é lento e às vezes cai, mas esse é mais devagar ainda

de qualquer forma, muito obrigado pela dica, que ampliou os horizontes, especialmente na possibilidade de compartilhar os arquivos

Aguinaldo disse...

Concordo contigo, mas este não é o diferencial do serviço.

O "grande lance" é realmente a mobilidade e o backup automático. Você pode começar a digitar no trabalho, continuar em casa e terminar em qualquer lugar sem se preocupar com a possível perda do documento,

Google Analytics

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget