quarta-feira, 12 de março de 2008

Dioxinas

Mais um spam que contribui para o atraso da raça humana.

Recebi recentemente um e-mail falando sobre o mal que pode causar o aquecimento de comida no forno de microondas em recipientes plásticos. Como para mim esta mensagem era novidade apesar de estar circulando desde 2002, fiquei um pouco preocupado.

Por conta disto, antes de repassar, fiz uma pequena pesquisa. Criei este hábito depois de repassar mensagens alarmantes e receber de volta explicações razoáveis de que não passavam de mentiras deslavadas ou papo furado de especialistas para melhorar a própria imagem, o que no final das contas acaba queimando o filme deles mesmos.

De qualquer forma a mensagem é falsa. Achei um texto muito bom e explicativo desmascarando esta mensagem no Quatro Cantos, que junto com o Snopes são uma boa fonte de informações para evitar o pânico infundado e a propagação deste tipo de spam que além de não acrescentar nada em nossas vidas, nos torna um pouco mais neuróticos, também desnecessariamente. No próprio Snopes existe um texto sobre este mesmo assunto, só que em inglês.

Dioxinas existem, são perigosas, mas os fornos de microondas são feitos para aquecer e não queimar. A queima do plástico realmente libera dioxinas, principalmente a queima do PVC. Os recipientes plásticos desenvolvidos para este fim, até prova em contrário, são seguros.

Compare Preços de: Celular, GPS, MP4 e Câmera Digital no JáCotei.



4 comentários:

Marcelo disse...

E agora o e-mail falando mal do guaraná Kuat, mencionando as substâncias Fenofinol, almeido e Voliteral.
Me lembrei do Mussum, inventando palavras.

Aguinaldo disse...

Originalmente o e-mail falava do guaraná Dolly, e por falar em palavras inventadas, isto só pode ser coisa de "pisqüila".

Carmen De Medeiros A. disse...

São conhecidos os processos químicos das indústrias para obtenção dos diversos tipos de matéria prima plástica (engenharia de plásticos).
Estas matérias primas serão utilizadas por outras indústrias na produção de produtos como potes de cozinha, mamadeiras,que são apenas alguns exemplos de utensílios domésticos, podendo estar até em cosméticos como os filtros-solares.
São vários os produtos, tantos que nem podemos contar todos só de memória. Também já é de conhecimento científico e público no mundo inteiro que, alguns tipos de plásticos obtidos nestes processos, ficam impregnados não com dioxinas mas sim com bisfenóis (também chamados bifenóis).
Quando super-aquecidos transferem estas toxinas ao que estiver em contato com eles. Os de cozinha por exemplo guardam alimentos que serão aquecidos em altas temperaturas. Os cosméticos vem acondicionados normalmente em potes de plástico mas não serão super-aquecidos. Há alguns cientistas que dizem que só assim já são perigosos.
O bisfenol é considerado altamente carcinogênico, estando ligado também à grandes alterações hormonais em fetos, crianças e seres adultos. Por esse fato já foram banidos de vários países cuja política de saúde social visa realmente o interesse público e não das indústrias.
No fundo dos objetos você encontra um nº de identificação do 1 ao 7, que identifica o tipo de plástico utilizado em sua fabricação. As autoridades classificam que do 1 ao 4 é improvável a presença do bisfenol e que o 5 e o 7 já possuem. A classificação em números identifica o tipo de plástico utilizado, quanto mais duro for o objeto mais proximo do 7será, uma vez que o bisfenol vem da necessidade de tornar o plástico duro e mais resistente para ser moldado em objetos que necessitem mais resistência da matéria prima.
Existem os plásticos bisfenol-free, procure-os ou na dúvida use o velho e bom vidro que é seguro.
Apesar da tabela numérica, muitos objetos não contém a identificação ou muitos são "Made in China" cuja legislação é diferente. Não poderemos, portanto, saber a procedência do plástico, se reciclado ou não ou qual o tipo utilizado no fabrico. Não podemos arriscar com isto!
Por via das dúvidas o PP ( polipropileno) ainda parece ser o mais aceitável quando diz respeito ao uso em produtos de cozinha, mas precisa ser virgem ( de 1ª fabricação). Procurem a tabela de classificação na internet, a ANVISA tem no site. Cuidado, fiquem atentos sempre e instruam-se para não passarem informações importantes, incorretamente. Cuidem de si e suas famílias. Cuidem dos outros. Saúde é tudo, com Vidas não se brinca!

Aguinaldo disse...

Oi Carmen,

Fiquei impressionado com o seu comentário. Caso queira, posso expandir esta postagem e ficarei feliz caso deseje que eu use estas informações que você forneceu.

Abraços

Google Analytics

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget