segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Não deixem o WikiNews morrer

Ao mostrar a um amigo jornalista o WikiNews, ele chegou a ficar preocupado com isto. Não vejo razões, afinal praticamente todas as notícias que estão lá foram retiradas de algum jornal.

Bom, passei um tempo considerável sem entrar lá e percebo que agora ele está praticamente sem movimentação. Deve ser a concorrência com a blogosfera, afinal é melhor postar no próprio blog e ganhar algum do que deixar lá de graça. Mas, e se a fonte for o próprio blog? Além dos leitores do blog, o WikiNews cresce também e ninguém sai perdendo.

Em alguns dos nossos escândalos políticos periódicos a cobertura deles foi excelente, afinal a quantidade de fontes é enorme, basta saber escolher as notícias e colocá-las numa seqüência lógica e coerente.

Fica aqui o apelo: Não deixem o WikiNews morrer!

2 comentários:

Marcelo disse...

Sinceramente, não tenho pena se as coisas morrem na internet. Se morreu é porque não era lido, não interessava, foi batido pelo concorrente.
Eu nunca tinha ouvido falar desse WikiNews e hoje, no primeiro contato, achei que ele pode melhorar muito. Veja a manchete sobre a F1: "FIA pune McLaren mais poupa pilotos no caso de espionagem na F1".
Se a redação melhorar e as pessoas se interessarem em terem um ponto de encontro comum para lerem e postarem notícias, o WikiNews pode sobreviver, senão terá o mesmo destino do Último Minuto.
Fazer o quê? Nada!

Aguinaldo disse...

Morrer não morre porque é um projeto irmão da Wikipédia. Só que atualmente está entregue às moscas, e como ele depende totalmente da participação dos leitores, pode não morrer, mas ficar completamente desatualizado.
Como não tem a dinâmica de um blog pode acabar estagnando, o que é uma pena realmente. E como é uma ferramenta gratuita e totalmente livre, acho desperdício as pessoas o esquecerem.

Google Analytics

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget